ptenfrdeitrues

Roteiro: Turismo cultural pela histórica cidade de Salvador

Os brasileiros chamam o estado da Bahia de "terra da felicidade". Não é difícil entender por que quando você está deitado de costas em uma praia de areia branca, ou cara a cara com um cardume de peixes tropicais, ou dançando na rua ao ritmo da percussão africana, ou vendo o sol se pôr sobre o mar com uma caipirinha gelada na mão. No entanto, apesar de toda a aparente festividade, o coração do Afro-Brasil está mergulhado em conflitos. Mas é o forte contraste entre a luz e a escuridão, entre o passado doloroso e o presente exuberante, que dá ao Nordeste do Brasil sua identidade cultural única.

mercado modelo
Foto: Larissa Paschoal

Uma das cidades mais antigas das Américas e a primeira capital oficial do Brasil, Salvador da Bahia foi fundada pelos portugueses em 1549 e mais tarde se tornou um centro de comércio de escravos africanos nas Américas. Cinco milhões de africanos foram trazidos para o Brasil como escravos entre os séculos XVI e XIX. Graças a seus descendentes cuidadosamente preservando e celebrando uma ampla gama de tradições africanas, a cidade costeira é marcada por uma mistura cultural intrigante.


Mulheres de vestidos coloridos vendem comida tradicional de rua africana em frente a casas coloniais portuguesas. Antigos sinos tocam em igrejas católicas, e nas proximidades, seguidores do candomblé, uma religião mística africana, lançam flores no mar em homenagem a um de seus orixás e divindades. À noite, as mulheres baianas preparam a tradicional comida afro-brasileira para os moradores locais, a caminho do Forte de Santo Antônio, para assistir a um espetacular pôr do sol sobre a água. O forte português, datado de 1698, contém o farol mais antigo da América do Sul; o clássico lanche de rua para experimentar por perto é o acarajé, bolas de massa frita em óleo de dendê (palma) e servido com molhos picantes.

baiana vendendo acarajé
Foto: Benjamin Thompson

No Pelourinho, o centro histórico da cidade, demonstrações festivas de capoeira (uma forma de artes marciais desenvolvidas por escravos) animam as praças de estilo europeu. Os visitantes podem aprender o básico na Associação Brasileira de Capoeira Angola. A simpática associação de capoeira da família oferece aulas abertas a todas as idades porcerca de 30 reais por pessoa; não são necessárias habilidades de dança ou artes marciais para participar. Depois, você pode assistir os capoeiristas profissionais praticarem seu ofício.

pelourinho
Foto: Eduardo Pelosi

Aos sábados são realizados sorteios para os locais e visitantes no MAM, Museu de Arte Moderna com bossa nova ao vivo em um rochedo com vista para o mar. O museu fica dentro do histórico complexo produtivo do açúcar em Solar do Unhão, um espaço que, segundo os baianos, é assombrado pelos fantasmas dos escravos.

ruas coloridas

Nem tudo é sobre a África no Nordeste, no entanto, a região é o lar de uma série de cidades históricas maravilhosamente preservadas, famosas pela sua arquitetura colonial. Em Salvador, o Pelourinho é o centro histórico, com suas casas antigas em cores vibrantes, belas igrejas coloniais e ruas íngremes de paralelepípedos, é como andar por uma caixa de jóias maior do que a vida.


Mais ao norte, nas margens do Rio São Francisco, Penedo, no estado de Alagoas, está repleto de notáveis igrejas dos séculos XVII e XVIII. Olinda, em Pernambuco, é famosa por suas capelas barrocas e casas de cor pastel ao norte de Recife, e no extremo norte, São Luís, no Maranhão, está repleta de belos casarões antigos que deram à cidade um lugar na lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco.

História e cultura à parte, as praias brancas ao longo da costa atlântica, desde os enclaves de férias da moda no sul da Bahia até as tranquilas vilas de pescadores de Alagoas, estendendo-se até as dunas de Natal, no extremo norte, são motivo o suficiente para visitar. Uma terra de felicidade, de fato.

Festas e Festivais

O carnaval do Rio de Janeiro pode atrair as maiores multidões, mas muitos brasileiros dizem que a celebração de Salvador, trazendo mais de dois milhões de foliões por seis dias de festa é superior. No carnaval anual de Salvador, a ênfase está na música, com bandas de axé e pagode baiano tocando em trios eletricos com famosos vocalistas e um desfile em andamento de blocos afros. A maioria das grandes cidades do nordeste hospeda um carnaval animado mas discreto.

carnaval da bahia
Foto: Turismo Bahia

Outros festivais estão ligados à tradição do candomblé. A Festa de Iemanja de fevereiro é realizada em Salvador para homenagear Iemanjá, deusa do mar e fertilidade. Os devotos liberam oferendas de flores, perfumes e espelhos no mar, no bairro boêmio do Rio Vermelho; mais tarde, a cerimônia continua em uma enorme festa de rua que dura até altas horas.

Musica e dança

O nordeste do Brasil tem orgulhosas e distintas tradições musicais. Você ouvirá forró, uma mistura energética de tambores africanos e acordes de acordeão. Em Salvador, predomina uma visão geral do afro, do samba e da capoeira com a percussão ao vivo, assim como a música e a dança místicas da religião do candomblé, em uma apresentação noturna da mundialmente famosa trupe de balé, o Balé Folclórico da Bahia. São Luís é considerada a capital reggae do país. Puxe uma cadeira no Bar do Nelson ou em um dos bares casuais do calçadão no centro histórico.


Comida e bebida

Uma indulgência única que não pode ser perdida, a culinária afro-brasileira combina frutos do mar frescos e leite de coco com produtos da África Ocidental, como o dendê, um rico óleo de palma. Experimente uma moqueca clássica em um dos restaurantes à beira-mar da animada Barra de Salvador, como Caranguejo do Porto. No Pelourinho, faça uma pausa no Cafelier, um café pitoresco em um morro acima da de uma baía. Experimente a caipirinha, o amado coquetel de limão, açúcar e cachaça que você os encontrará em todos os lugares, mas no Cafelier, eles são perfeitamente preparados e servidos em taças de vidro.

caipirinha
Caipirinha

Praias tranquilas

Na Bahia, trechos deslumbrantes de praia branca incluem a rústico Caraíva (caraiva.com.br) e a mágica Praia do Espelho (praiadoespelho.net.br), ao sul de Trancoso, belas praias azul turquesa. Mais ao norte, perto de Porto Seguro, as falésias de Arraial d'Ajuda (arraialdajudaportal.com), são um refúgio para brasileiros e argentinos. Duas horas de barco a partir de Salvador é a ilha isenta de carros e cartão-postal do Morro de São Paulo (morrodesaopaulo.com.br). Indo para o norte ao longo da costa, Maceió (guiamaceio.com) em Alagoas, é um destino descontraído. Nos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, espere avistar golfinhos em torno da Praia da Pipa (pipa.com.br). Para as dunas de areia, siga para Natal e mais ao norte para Lencois Maranhenses (parquelencois.com.br).

morro de são paulo
Foto: Turismo Bahia

Onde ficar

Em Salvador existem diversas hospedagens encantadoras em casas de arquitetura colonial do século XIX, no coração do Pelourinho com terraços com vistas deslumbrantes do pôr-do-sol sobre a Baía de Todos os Santos.

Booking.com Veja mais de 860 hotéis e pousadas em Salvador!

Veja mais dicas de destinos de viagem pelo Nordeste:

Fn
Fn
Fn
Fn
Fn
Fn
Roteiro: Turismo cultural pela histórica cidade de Salvador
Fn

Pacotes e passagens!

Satisfação garantida!

Viagens baratas para o nordeste
Viagens baratas para os feriados de 2019
Viagens baratas para o nordeste

Curta! Férias Nordeste!

Passagens para o nordeste

Contatos

Facebook.com/FeriasNordeste